Select Page

JÚRI

JÚRI

Gabriela de Matos - Representante do IABsp

1ª vice-presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil no departamento de São Paulo (IABsp). Arquiteta e Urbanista, graduada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da PUC Minas, em 2010.  Em 2016, especializou-se em Sustentabilidade e Gestão do Ambiente Construído pela UFMG. Mestranda do Diversitas – Núcleo de Estudos das Diversidades, Intolerâncias e Conflitos da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP. É fundadora do projeto Arquitetas Negras que atualmente mapeia a produção de arquitetas negras brasileiras. Pesquisa o racismo estrutural e suas influências no planejamento urbano, e arquitetura contemporânea produzida em África e sua diáspora. Entre outros, propõe ações que promovem o debate de gênero e raça na Arquitetura como forma de dar visibilidade à questão. Assina o editorial da Revista Arquitetas Negras vol.1, a primeira publicação feita por arquitetas negras no Brasil. Premiada como Arquiteta do Ano 2020 pelo IAB RJ.

Sabrina Fontenele - Representante do IABsp

Curadora Residente da 13ª Bienal e Diretora de Cultura do Instituto dos Arquitetos do Brasil – Departamento São Paulo. Arquiteta e urbanista, com mestrado e doutorado pela FAUUSP, onde realizou pesquisas publicadas sobre arquitetura, cidade e preservação. Finalizou em 2019 o pós-doutorado na Unicamp quando redigiu um livro que trata de habitação, gênero e modernidade. Autora dos livros “Edifícios modernos e o traçado urbano no Centro de São Paulo” (2015) e “Restauro da Faculdade de Medicina da USP: estudos, projetos e resultados” (2013). Foi pesquisadora do Centro de Preservação Cultural da USP (2012-2018), onde atuou ainda como editora científica da Revista CPC e como curadora da exposição Tempo das Construções (2013-2014). Colabora desde 2018 como professora na Escola da Cidade.

Helena Ayoub Silva - Representante do IABsp

É arquiteta e urbanista formada na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAUUSP), mestre e doutora em arquitetura e urbanismo pela mesma instituição, onde é professora do Departamento de Projeto desde 1989, lecionando para graduação e pós-graduação. É sócia gerente e responsável técnico no escritório Helena Ayoub Silva & Arquitetos Associados EPP e tem atuado em diferentes áreas, sobretudo em projetos para edifícios públicos e educacionais, assim como em iniciativas de restauro e preservação do patrimônio histórico nacional. Participou da gestão do IABsp nas décadas de 1980 e 1990 e é conselheira federal do CAU-SP nas gestões 2018-2020 e 2021-2023.

Naine Terena - Convidada Nacional

É natural de Cuiabá, Mato Grosso, indígena da etnia Terena e ativista. Formada em Comunicação Social pela Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), docente da União das Faculdades Católicas de Mato Grosso, mestre em artes pela UnB e doutora em Educação pela PUC-SP. Integra atualmente a Rede Multimundos de pesquisas da UFMT, onde coordena o projeto de pesquisa ‘Lab Gentes’ com enfoque em arte, educação, movimentos sociais e tecnologias. É uma das organizadoras do livro Povos Indígenas no Brasil: Perspectivas no fortalecimento de lutas e combate ao preconceito por meio do audiovisual, e do o Dossiê: “EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA NO SÉCULO XXI: Desafios, especificidades e perspectivas”.Abatirá – Revista de Ciências Humanas e Linguagens (dez/2019) (UNEB). curadora independente e assina algumas produções jornalísticas para projetos/veículos de comunicação ambientais e culturais.

João Fernandes - Convidado Nacional

Nascido em 1964 em Bragança, Portugal, fez sua trajetória acadêmica na Universidade do Porto, onde licenciou-se em línguas e literaturas modernas. Na mesma cidade, iniciou-se no meio artístico. Foi subdiretor do Museu Reina Sofía, de Madri, e curador (entre 1996 e 2002) e diretor (de 2003 a 2012) do Museu de Serralves, na cidade do Porto. Nas programações que desenvolveu para instituições que dirigiu ou ajudou a comandar, procurou cruzar artes visuais com artes performáticas e o cinema. Atualmente, é membro do Comitê Científico do Museu de Arte Contemporânea de Trento e Rovereto – Mart (Itália) e Diretor Artístico do Instituto Moreira Salles.

Maria Estela Rocha Ramos Penha - Convidada Nacional

Possui Graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Espírito Santo, Mestrado e Doutorado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal da Bahia [PP-GAU FAU-UFBA], respectivamente, e pós-graduanda em Tecnologias Ambientais. Dispõe de experiência profissional na área de projetos de arquitetura de pequeno e médio porte, projetos comunitários com técnicas construtivas tradicionais, tecnologias sociais e assistência técnica em autoconstrução. É pesquisadora na temática de patrimônios culturais, espacialidades e arquitetura em comunidades negras em áreas rurais e urbanas, com ênfase na formação de bairros negros. Atua como arquiteta, designer de interiores e professora nos cursos de Arquitetura e Urbanismo na Unime-Lauro de Freitas, sendo membro do NDE e do colegiado de curso, orientadora de iniciação científica e trabalho final de graduação. É coordenadora do Escritório Modelo de Arquitetura e Interesse Social [EMAIS].

Riva Feitoza - Convidada Nacional

É técnica de edificações e em segurança do trabalho, pelo IFS. Técnica em design de interiores pela Universidade Tiradentes e é graduada em arquitetura e urbanismo pela mesma instituição. Perita em Laudos de Engenharia, pelo Instituto Brasileiro de Educação Continuada (INBEC) e atua como design e com arquitetura social há 16 anos. Idealizadora e Coordenadora do projeto Arquitetura para o Povo, idealizadora do CANES- Coletivo de Arquitetes Negres de Sergipe e membro -conselheiro do IAB-SE. membro do GETEQ -UFS  – Grupo de Pesquisa e Estudos, sobre questões e Movimentos Sociais, Pós graduanda em Gerenciamento da Construção Civil com enfoque na metodologia BIM.  Com seu trabalho já alcançou vários bairros do município de Aracaju,  do município de São Cristóvão e do município de Nossa Senhora do Socorro. Atualmente, coordena o Escritório RIVA FEITOZA- ARQUITETURA POPULAR e é pós-graduanda em gerenciamento da construção civil com enfoque da metodologia BIM – ESB-FACULDADE E PÓS GRADUAÇÃO EaD.

Pedro Rivera - Convidado Nacional

Arquiteto e urbanista, graduou-se em 1997 na FAU UFRJ e tem mestrado em urbanismo no PROURB UFRJ. Atualmente é professor visitante na GSAPP Columbia University e, de 2011 a 2018, foi diretor do Studio-X Rio, iniciativa da mesma instituição. Sócio dos escritórios Estúdio Pedro Rivera e Rua Arquitetos. Participou de exposições no MoMA (NY, 2014), MAK (Viena, 2015), Carnegie Museum of Arts (Pittsburgh, 2016), Het Nieuwe Instituut (Rotterdam, 2017) e MAM São Paulo (2017); além das bienais de arquitetura de Hong Kong-Shenzhen (2013), Chicago (2015), Veneza (2016) e São Paulo (2017). Entre seus projetos estão a Sede do Campo Olímpico de Golfe Rio 2016, a galeria de arte Carpintaria, e a sede da Bienal de Hong-Kong / Shenzen, este uma colaboração internacional.

Janet Sanz - Convidada Internacional

É bacharel em Direito e em Ciência Política e Administração, pela Universidade Pompeu Fabra. Foi Conselheira do Grupo Municipal ICV-EUiA, na Prefeitura de Barcelona e atualmente é Secretária de Ecologia, Urbanismo, Mobilidade e Infraestrutura de Barcelona, onde liderou projetos emblemáticos como o Programa de Superblocos. Defendeu também a implementação de eixos verdes, o aumento de ciclovias, e no âmbito habitacional, colocou como uma das políticas centrais que 30% das unidades fossem alocadas para moradias populares em empreendimentos privados e a redução do impacto do turismo através da moratória do hotel (PEUAT), em áreas altamente saturadas e o controle de apartamentos turísticos ilegais

Sepake Angiama - Convidada Internacional

Mestre em Curadoria  de Arte Contemporânea pelo Royal College of Art de Londres, é curadora e educadora interessada em como os espaços sociais podem ser interrompidos e provocados pela aprendizagem, desempenho e projeto. Trabalha com artistas que perturbam ou provocam a esfera social por meio da ação, do design, da dança e da arquitetura. Seu projeto “Under the Mango Tree: Sites of Learning”, em parceria com o ifa (Institut für Auslandsbeziehungen), reuniu espaços sociais, bibliotecas e escolas lideradas por artistas que buscam desdobrar discursos em torno da descolonização de práticas educacionais. Foi Chefe de Educação da documenta 14; Diretora de Educação da Manifesta 10; e curadora de programas públicos na Turner Contemporary, Margate, também foi co-curadora da 3ª Bienal de Arquitetura de Chicago. Criou programas de educação para várias instituições, incluindo Tate Modern (Londres) e Hayward Gallery (Londres).