todo
dia
everyday
CCSP

Rua
Vergueiro,
1000

13.09      a
08.12.2019

Ter - Sex: 10h - 20h
Sáb / Dom / feriados:
10h - 18h

Exposição:
Arquiteturas
do cotidiano

Sesc 24

Rua 24
de Maio,
109

10.09      a
29.09.2019

Ter - Sáb: 9h - 21h
Dom / feriados:
9h - 18h

Todo dia

Todo dia, a décima segunda edição da Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo (12ª BIA), propõe aos profissionais e ao público a refletir sobre o cotidiano – a dimensão mais trivial da realidade – na arquitetura e no ambiente construído do século 21.

Todo dia apresenta práticas e projetos que vão da construção ao design, planejamento, fotografia, pedagogia, pesquisa, políticas públicas e ativismo, transpassando disciplinas, escalas e fronteiras.

Todo dia acontece de 10 de setembro a 08 de dezembro de 2019. No Sesc 24 de Maio, de 10 a 28 de setembro e no Centro Cultural São Paulo (CCSP), de 13 de setembro a 8 de dezembro de 2019.

Todo dia está estruturada em torno de três eixos temáticos: Relatos do cotidianoMateriais do dia a dia e Manutenções diárias.

Foto: Ciro Miguel

Todo dia acontece em dois edifícios-manifesto do cotidiano de São Paulo, seguindo os três eixos temáticos.

A exposição Todo dia (de 10 a 29 de setembro de 2019) apresenta uma rede de intervenções produzidas por equipes interdisciplinares que dialogam com o dia a dia do Sesc 24 de Maio (2017) de Paulo Mendes da Rocha e MMBB.

A exposição “Arquiteturas do cotidiano” (de 13 de setembro a 8 de dezembro de 2019), realizada no Centro Cultural São Paulo (1982) de Eurico Prado e Luiz Telles, mostra projetos de arquitetura, urbanismo, instalações, fotografias e vídeos de mais de 20 países que tentam re-imaginar como o cotidiano molda nosso mundo

Conceito Geral

Curadoria:
Vanessa Grossman
Charlotte Malterre-Barthes
Ciro Miguel

Foto: Ciro Miguel

Oscilando entre vulnerabilidade e megalomania, arquitetos e urbanistas há muito buscam projetar habitats inteiros, civilizações e, até mesmo, o planeta. Contudo, no momento atual de mudanças geopolíticas e revisões de estados de direito, em um cenário de transformações ambientais sem precedentes, profissionais da arquitetura e do urbanismo passaram a reconhecer uma vez mais a fragilidade de seu campo de ação. Frente aos desafios de um futuro incerto, aliado às expectativas das novas tecnologias de automação, arquitetos se voltam para a esfera do cotidiano. Como resultado, reinventam a sua atividade em um mundo super-projetado a partir de objetos banais, rotinas diárias, protocolos de manutenção, e o uso de recursos básicos. Na última década, o potencial do cotidiano vêm influenciando a prática e a teoria da arquitetura e do urbanismo, desencadeando uma nova ética e estética da simplicidade.

O poder discreto do cotidiano está em sua capacidade de traduzir o modo como habitamos, utilizamos recursos naturais, e mantemos o espaço, em práticas comuns, que fazem do projeto de arquitetura e de urbanismo algo relevante e uma preocupação compartilhada. As rotinas diárias dos seres humanos — independentemente de onde vêm, quem são, onde e como vivem — podem ser reduzidas às necessidades primordiais respondidas pela arquitetura e incorporadas ao espaço: uma casa limpa, uma refeição quente, um banheiro com água corrente, uma rua bem iluminada. Essas necessidades cotidianas referem-se não apenas ao corpo e à casa, mas os extrapolam: à cidade e sua infraestrutura, à nação e à administração de seus recursos, à Terra e sua conservação. O todo dia surge, portanto, no discurso e na prática arquitetônicos como um compromisso de agir de forma responsável e mais inclusiva.

Todo dia está estruturada em torno de três eixos temáticos: Relatos do cotidianoMateriais do dia a dia e Manutenções diáriasRelatos do cotidiano examina as inúmeras maneiras pelas quais arquitetos e outros profissionais reinterpretam o dia a dia, relatando histórias reais ou fictícias ligadas à produção do espaço, de sutilezas poéticas do todo dia à revelação de violências, crises e desigualdades que atingem o cotidiano das pessoas. Materiais do dia a dia aborda a crescente conscientização e o engajamento crítico de arquitetos, paisagistas e urbanistas com processos produtivos e usos de recursos cotidianos – tanto em contextos urbanos quanto rurais – na era do Antropoceno. Manutenções diárias explora a manutenção da arquitetura e da cidade, assunto que tem ganhado atenção nos debates teóricos e na pesquisa tecnológica no mundo todo, mas que ainda é incorporado de forma insuficiente à produção arquitetônica.

O Centro Cultural São Paulo, projetado por Eurico Prado Lopes e Luiz Telles, é um equipamento público multifuncional que constitui uma das principais obras arquitetônicas da cidade, Desde sua inauguração, em 1982, o CCSP tem sido um centro importante para a vida cotidiana em São Paulo. Cerca de 2.500 usuários são vistos diariamente ensaiando coreografias em frente às suas fachadas de vidro, praticando esportes nos jardins, estudando na biblioteca, conversando no restaurante, ou participando de uma das inúmeras oficinas. O CCSP é um edifício manifesto do cotidiano.

A exposição Arquiteturas do cotidiano mostra projetos de arquitetura, urbanismo, instalações, fotografias e vídeos que tentam re-imaginar como o cotidiano molda nosso mundo. Uma Chamada Aberta Internacional para esta exposição selecionou 70 trabalhos a partir da avaliação de 710 inscrições enviadas de 52 cidades brasileiras e 101 cidades de 30 países.

Foto: Ciro Miguel

Sesc 24 de Maio

Exposição
Todo dia

de 10.09 a
29.09.2019

Foto: Ciro Miguel

O recém-inaugurado Sesc 24 de Maio, projeto de Paulo Mendes da Rocha e MMBB, é um edifício manifesto para a 12ª BIA Todo dia. Como uma cidade dentro de uma cidade, o edifício não só ampara mas amplifica a imprevisibilidade do cotidiano do centro de São Paulo. Diariamente, cerca de 10.000 pessoas sobem e descem suas rampas para comer, brincar, dançar, passear, nadar, correr, jogar, conversar, usar o banheiro, ir ao dentista, ler, escrever, aprender, ensinar, criar, tomar sol ou simplesmente dormir. Aqui, o todo dia é trivial, palpável e envolvente.

A 12ª BIA Todo dia convidou diferentes equipes de arquitetos e outros profissionais para dialogar com o Sesc 24 de Maio e o cotidiano dessa verdadeira máquina urbana. Cada equipe foi designada para desenvolver um dispositivo site-specific: intervenções concebidas como novas peças de equipamento ou mecanismo desempenhando funções determinadas no dia a dia dessa máquina urbana, relacionadas aos eixos temáticos da 12ª BIA: Relatos do cotidianoMateriais do dia a dia e Manutenções diárias. Dez dispositivos foram distribuídos nos espaços comuns do edifício, de sua esquina ao banheiro, incluindo o térreo, rampas, escada de incêndio, área de convivência, e piscina.

Foto: Ciro Miguel

Centro Cultural
São Paulo

Exposição
Arquiteturas
do cotidiano

de 13.09 a
08.12.2019

Foto: Ciro Miguel

Arquiteturas do cotidiano será apresentada no Centro Cultural São Paulo, CCSP, equipamento público multifuncional que constitui uma das principais obras arquitetônicas da cidade, projetado por Eurico Prado Lopes e Luiz Telles. Desde sua inauguração, em 1979, o CCSP tem sido um centro importante para a vida cotidiana em São Paulo.

Cerca de 2.500 usuários são vistos diariamente ensaiando coreografias em frente às fachadas de vidro, praticando esportes nos terraços-jardins, estudando na biblioteca, conversando no restaurante, ou participando de uma das inúmeras oficinas. O CCSP é um edifício manifesto do cotidiano.

A exposição Arquiteturas do cotidiano mostra mais de 70 projetos de arquitetura, urbanismo, instalações, fotografias e vídeos que tentam re-imaginar como o cotidiano molda nosso mundo.

Foto: Ciro Miguel

Todo dia em
outros dias

Espaço e vida
cotidiana em
doze conceitos,
1889-2019

Foto: Ciro Miguel

O tema do cotidiano já permeou a arquitetura e o urbanismo em outros dias, mas desde a última década parece ter se tornado cada vez mais abrangente para desencadear uma multifacetada ética e estética da simplicidade. Aqui, enunciamos doze conceitos sobre o cotidiano, elaborados no Brasil e no mundo não somente por arquitetos e urbanistas, mas também por outros protagonistas cujas práticas e discursos tiveram repercussão sobre a produção do espaço, do edifício às cidades e à paisagem, e até mesmo sobre o entendimento do meio ambiente e do planeta. Começamos pela Comuna de Paris (1871), na qual os insurgentes decidiram tomar as “rédeas da história” — e do espaço urbano — não em termos de decisões políticas governamentais, mas na sua vida cotidiana, segundo a leitura de Guy Debord (1931-1994).

Juntamente com Henri Lefebvre (1901-1991), Debord e a Internacional situacionista (1957-1972) revisitaram esse episódio para a própria revalorização crítica que elaboraram, menos de um século depois, do cotidiano em relação ao espaço urbano. Mas eles não foram os únicos: o conceito re-emergiu de forma intermitente ao longo de quase 150 anos.

Ambientalismo: Do Whole Earth Catalogue (1968-1972) ao ambientalismo cotidiano

Antropofagia: Flávio de Carvalho (1899-1973) e a Semana de Arte Moderna de 1922

As-found: As trocas entre o Independent Group (fundado em 1952), Team X (1953) e Reyner Banham (1922-1988)

Condensação: Moisei Ginzburg (1892-1946) e a Revolução Russa de 1917

Crítica: Humanidades, Georges Perec (1936-1982), Anatole Kopp (1915-1990), Henri Lefebvre (1901-1991), e outros

Cuidado: O pioneirismo de Mierle Laderman Ukeles (1939-)

Delírio: Rem Koolhaas (1944-) e a cultura da congestão

Experiência e situação: De André Breton (1896-1966) à Internacional situacionista (1957-1972)

Feio e ordinário: Robert Venturi (1925-2018), Denise Scott Brown (1931-), Edward Ruscha (1937-) e outros

Impasse: O legado de Lina Bo Bardi (1914-1992)

Nunca Demolir!: Lacaton & Vassal e o patrimônio construído

Utopia: Para além de Charles Fourier (1772-1837) e a Comuna de Paris (1871)

Foto: Ciro Miguel

Danilo Santos
de Miranda

— Diretor
Regional do
Sesc São Paulo

Prática em
contexto

Foto: Ciro Miguel

Os cotidianos de grandes cidades são constituídos a partir da coexistência de elementos, fluxos e tensões. Por meio de trocas socioculturais e configurações econômicas é que tais cotidianos conferem a seus cenários temperamentos e contornos específicos, fazendo surgir imensos organismos sociais.

Em tais dinâmicas, a arquitetura desempenha um papel central na formação de hábitos, na ocupação de espaços, no compartilhamento de tempos e na caracterização de modos de vida. Ao mesmo tempo, é capaz de moldar seu programa a partir daquilo que lhe é apresentado como dia a dia corrente ou, possivelmente, ideal. Em tempos atuais, ela pode se fazer presente ao dedicar-se a usos e procedimentos que objetivam a manutenção e sustentação de cidades e edificações.

Ao associar-se à conjuntura vigente, de maneira a apresentar reflexões propositivas e funcionais, a 12ª edição da Bienal de Arquitetura de São Paulo estimula a observação e atuação no cotidiano urbano, lançando mão de práticas mais orgânicas, inclusivas e responsáveis, e que sejam acessíveis à sociedade. Além disso, dispõe-se a atuar dentro de uma certa ordenação sustentável, ao tomar consciência de que seu meio ambiente indaga por soluções.

Em conjunto com o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-SP) e o Centro Cultural São Paulo (CCSP), o Sesc contribui com a realização de uma nova edição da Bienal de Arquitetura. Ao mesmo tempo, propõe jogar luz sobre uma de suas edificações mais recentes, o Sesc 24 de Maio, projetado por Paulo Mendes da Rocha e escritório MMBB, lugar possuidor de suas próprias engrenagens e fluxos urbanos. Assim, em consonância com suas ações socioeducativas, busca intensificar e ampliar as discussões em torno da arquitetura, na dimensão humana da cidade.

Foto: Ciro Miguel

Erika Palomino e
Jurandy Valença
— Centro Cultural
São Paulo

Hic et
Nunc

Foto: Ciro Miguel

Repensar as urgências da vida urbana por intermédio de práticas e projetos que atravessam e dialogam com a arquitetura, como o design, fotografia, pedagogia, as políticas públicas e o ativismo. Nesse sentido, nada mais natural para aquele que é o coração cultural da cidade de São Paulo abrigar – junto ao Sesc 24 de Maio – esta edição da Bienal, que dialoga diretamente com a nossa história. Afinal, o CCSP, prédio icônico de São Paulo projetado por Eurico Prado Lopes e Luiz Telles, é o maior equipamento público de cultura da cidade. Uma instituição pioneira, multidisciplinar e uma das principais obras arquitetônicas do país, que desde sua inauguração, há mais de 35 anos, faz parte da memória afetiva dos paulistanos, atravessando gerações e se consolidando como um espaço fundamental para a vida da cidade.

O CCSP reflete exatamente o tema desta Bienal, com seus usuários usufruindo cotidianamente de seus corredores, teatros, bibliotecas, restaurante, jardins, horta, exposições, shows, oficinas, dentre tantas atividades, nesse que é um edifício-manifesto do cotidiano e das liberdades. Um espaço de uso livre e plural para todos os frequentadores, cuja arquitetura original é o ponto de partida para compreender sua vocação: um lugar de acolhimento, pertencimento, proteção e respeito às individualidades. Onde a rua se confunde com o espaço e vice-versa, cuja construção se destaca e se funde na paisagem das avenidas que o ladeiam. Um ponto de encontro vivo, pulsante, cuja programação reflete os temas mais atuais e importantes do país.

Nosso tempo é o hic et nunc, o aqui e agora. Tempo para reinventar o dia-a-dia, ir além dele, traduzir de novas maneiras o modo como habitamos não só física, mas também subjetivamente, a cidade. E lembrar sempre que existem outros olhares e outras escutas, outros saberes, outras e mais formas de existir. Pois como bem dizia Clarice Lispector, “o que me mata é o cotidiano. Eu queria só exceções”.

Foto: Ciro Miguel

Instituto de
Arquitetos do Brasil
— Departamento
de São Paulo

Conflitos e
poéticas do
espaço cotidiano

Foto: Ciro Miguel

A cada dia, ao redor do mundo, os cientistas descobrem 52 novas espécies, 3.561 pessoas morrem em acidentes de trânsito, 37 mil são forçadas a abandonar seus países, 356 mil nascem, a Internet recebe 300 milhões de fotos e consumimos juntos 93 milhões de barris de petróleo.

No Brasil, todos os dias, 544 carros novos são vendidos, os motoristas de uber são chamados 1,1 milhão de vezes, 89 pessoas vão presas, 57 delas negras. Sessenta e um trabalhadores morrem em acidentes da construção civil, 35 milhões não recebem água tratada em suas torneiras, uma espécie é descoberta na Amazônia, desmatam-se 20,6 km² e 6.565 salões de beleza são abertos.

Os habitantes da cidade de São Paulo consomem mais de meio milhão de pizzas, perdem 249 objetos no metrô, fazem 102 ligações para reclamar de pancadões, diariamente. Onze morrem por doenças agravadas pela poluição ambiental, 675 sopram um bafômetro, 811 mil famílias dormem em uma habitação precária. São organizadas 145 feiras, duas delas orgânicas, e a prefeitura remove 32 árvores. Sessenta e dois mil elevadores sobem e descem o dia todo.

Todo dia, a proposta curatorial selecionada para a 12ª BIA (Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo), primeira edição em que essa escolha foi feita por meio de concurso público, busca refletir sobre o protagonismo do cotidiano na arquitetura e no urbanismo do século 21.

Não há como tratar o cotidiano de forma universal, genérica. Suas possibilidades infinitas, com formas diversas, pedem que nossa reflexão e prática sobre o ambiente construído se voltem às urgências da vida urbana, priorizando situações de maior vulnerabilidade. Olhar que contesta as práticas de planejamento e projeto abstratas, distantes dos aspectos triviais da vida nas cidades, colocando as pessoas em primeiro plano.

O Instituto de Arquitetos do Brasil congrega arquitetos e urbanistas articulados em prol da construção democrática e sustentável das cidades. Desde sua fundação, em 1921, o IAB busca promover a prática profissional como meio para enfrentar a desigualdade socioespacial no Brasil.

O departamento do IAB em São Paulo, fundado em 1943, representa a categoria paulista junto ao poder público em instâncias de participação social, além de atuar como plataforma de discussões e difusão da cultura arquitetônica e urbanística, como nas Bienais Internacionais de Arquitetura, realizadas desde 1973 pelo IAB-SP. Esta 12ª edição é também atividade preparatória para o 27º Congresso Mundial de Arquitetos – UIA2020, no Rio de Janeiro.

Foto: Ciro Miguel

Participantes

Nome Eixo-temático País Local
Adamo-Faiden Relatos do cotidiano Argentina Sesc 24
Andrés Jaque/Office for Political Innovation Manutenções diárias Espanha / EUA Sesc 24
Andrés Sandoval Manutenções diárias SP, Brasil Sesc 24
Bêka & Lemoine Relatos do cotidiano Itália / França Sesc 24
Bruther Materiais do dia a dia França Sesc 24
Concreto Rosa Relatos do cotidiano RJ, Brasil Sesc 24
Edelaar Mosayebi Inderbitzin Architekten Manutenções diárias Suíça Sesc 24
Hélio Menezes Relatos do cotidiano SP, Brasil Sesc 24
Universum Carrousel Journey - Studio Jan de Vylder Materiais do dia a dia Bélgica Sesc 24
Vão Relatos do cotidiano SP, Brasil Sesc 24
Wellington Cançado, Renata Marques Materiais do dia a dia BH, Brasil Sesc 24
Wolff Architects Relatos do cotidiano África do Sul Sesc 24
23 Sul, Consórcio HNL Relatos do cotidiano SP, Brasil CCSP
Lanza Atelier Relatos do cotidiano México CCSP
Anna Marijke Weber, Professorship for Urban Design (TU Munich), Professur Gebäudelehre und Grundlagen des Entwerfens (RWTH Aachen), BHSF Architekten Relatos do cotidiano Alemanha CCSP
Eva Le Roi, Pierre Burquel Relatos do cotidiano França / Bélgica CCSP
Talles Lopes Relatos do cotidiano Anápolis, Brasil CCSP
Darío Graschinsky, Pablo Ferraro, Joaquina Echaide, Pablo Manrique Relatos do cotidiano Argentina CCSP
Pedro Motta Relatos do cotidiano CCSP
Unolauno Relatos do cotidiano Romênia/Itália CCSP
Rina Rolli, Noël Picco, David Moser, Oliver Burch Relatos do cotidiano Suíça CCSP
Arquitetura na Periferia Relatos do cotidiano MG, Brasil CCSP
Dierendonckblancke Architecten Relatos do cotidiano Bélgica CCSP
Salottobuono Relatos do cotidiano Itália CCSP
Prof. Dr. Tom Avermaete (ETH Zurich) Relatos do cotidiano Suíça CCSP
Architecture Museum of the TU Munich (TUM): Access for All Exhibition, Daniel Talesnik, Andres Lepik, Mariana Vilela, Ciro Miguel, Danilo Zamboni, Guilherme Pianca, Gabriel Sepe, Kathryn Gillmore, Pedro Kok, Mariana Lourenço Relatos do cotidiano Alemanha CCSP
Li Tavor Relatos do cotidiano Suíça CCSP
Kosmos Relatos do cotidiano Rússia CCSP
Atelier Bow Wow Relatos do cotidiano Japão CCSP
TVK architectes urbanistes Relatos do cotidiano França CCSP
Cristina Bellucci, Janina Zollinger, Anouk Schepens Relatos do cotidiano Suíça CCSP
Gaby Rocha Relatos do cotidiano RJ, Brasil CCSP
Veronika Spielerung Relatos do cotidiano Suíça CCSP
Felipe De Ferrari, OnArchitecture Relatos do cotidiano França / Chile CCSP
MaciverekChevroulet Relatos do cotidiano Suíça CCSP
Prof.Dr. Alexandre Delijaicov, Prof.Dr. Mario Gandelsonas, FAU USP, Princeton University Materiais do dia a dia Brasil / EUA CCSP
Terrain Architects, Timothy Latim Materiais do dia a dia Uganda / Japão CCSP
SPBR arquitetos Materiais do dia a dia SP, Brasil CCSP
unparelld’arquitectes Materiais do dia a dia Espanha CCSP
Fernando Lara, Universidade do Texas em Austin (UTSOA) Materiais do dia a dia Brasil / EUA CCSP
Bovenbouw Architectuur Materiais do dia a dia Bélgica CCSP
Camila Bevilaqua, Pedro Zylbersztajn Materiais do dia a dia RJ, Brasil CCSP
AR Arquitetos, Arquipélago, Messina Rivas, Federico Cairoli Materiais do dia a dia SP, Brasil CCSP
Sascha Delz, Rainer Hehl, Patricia Ventura, (ETH Zurich) Prof. Dr. Marc Angélil Materiais do dia a dia Suíça / Alemanha / Brasil CCSP
Landandcc Materiais do dia a dia Holanda / Turquia / Hong Kong CCSP
Mouraria 53 Materiais do dia a dia Salvador, Brasil CCSP
MIT CRITICAL BROADCASTING LAB:
Ana Miljački, Trevor Herman Hilker, Gideon Schwartzman, Stratton Coffman, Sarah Wagner and Sydney Cinalli
Materiais do dia a dia EUA CCSP
Jocelyn Froimovich, Johanna Muszbek, Universidade de Liverpool Materiais do dia a dia Chile / Hungria / Inglaterra CCSP
Meredith Carruthers, Susannah Wesley Materiais do dia a dia Canadá CCSP
Estúdio Flume Materiais do dia a dia SP, Brasil CCSP
Team 614 Materiais do dia a dia França / Brasil CCSP
Prof. Dr. Ding Wowo, Prof. Dr. Cary Siress, Nanjing University Materiais do dia a dia China / EUA CCSP
Prostor Collective Materiais do dia a dia Rússia CCSP
Oliver J. Curtis, Gabriel Muñoz Moreno Materiais do dia a dia EUA / Espanha CCSP
Rural Urban Framework Materiais do dia a dia Honk Kong / UK CCSP
Eduardo Pizarro e Felipe Felix Materiais do dia a dia SP, Brasil CCSP
Aline Zorzo Materiais do dia a dia RJ, Brasil CCSP
Scanvision Materiais do dia a dia Suíça CCSP
Fabiano Rodrigues Materiais do dia a dia SP, Brasil CCSP
Prof. Dr. Henk M. Jonkers, TU Delft Manutenções diárias Holanda CCSP
Auá Arquitetos Manutenções diárias SP, Brasil CCSP
Associates Architecture Manutenções diárias Itália CCSP
Mapping-lab Manutenções diárias SP, Brasil CCSP
Manuella Ferreira Leboreiro
Manutenções diárias SP, Brasil CCSP
Gabriel Sepe Camargo Manutenções diárias SP, Brasil CCSP
Philippe Rizzotti, Pablo Georgieff, Marcos Da Silva Manutenções diárias França / Brasil CCSP
KPM Kerem Piker Mimarlık Manutenções diárias Turquia CCSP
Manasseris Depetris Manutenções diárias Argentina CCSP
Green Technologies in Landscape Architecture TU Munich Manutenções diárias Alemanha CCSP
Ester Carro Bashalidis Manutenções diárias SP, Brasil CCSP
Olga Treivas, Katia Ageeva, Jorge Orozco, Vera Odyn Manutenções diárias Rússia CCSP
Max Núñez Arquitectos Manutenções diárias Chile CCSP
Sheroll Martins Manutenções diárias SP, Brasil CCSP
dorfundrust Manutenções diárias Áustria / Alemanha CCSP
muf architecture/art Manutenções diárias Inglaterra CCSP
Brandão Costa Lima Manutenções diárias Portugal CCSP
Hironaka & Suib Manutenções diárias EUA CCSP
Luisa Carvalho Zucchi Manutenções diárias SP, Brasil CCSP
Ana Flávia Maximiano Maru Manutenções diárias Goiânia, Brasil CCSP
Yiftah Peled Manutenções diárias Vitória, Brasil CCSP
Sibling Architecture Manutenções diárias Austrália CCSP
Maria Fernanda Tellez Velasco, Leo Streich Publicações México / Alemanha CCSP
A-M-A (Suíça) Publicações Portugal CCSP
Maximillian Nowotka Publicações Venezuela CCSP
Marian Rosa van Bodegraven Publicações SP, Brasil CCSP
Andrea Bit Publicações Itália CCSP
Serrana Robledo Publicações Uruguai CCSP
O grupo inteiro + aarea Site São Paulo CCSP

Programação

Dia Horário Local Título Atividade InfosLocal
10.09.2019 11h - 12h30 Sesc 24 Abertura de exposição Abertura
11h - 12h30
Sesc 24
10.09.2019 17h - 18h Sesc 24 Andrés Jaque (Office for Political Innovation, Espanha/EUA) Palestra
17h - 18h
Sesc 24
10.09.2019 18h - 20h Sesc 24 Todo dia
Andrés Jaque (Office for Political Innovation, Espanha/EUA)
Fraya Frehse (São Paulo)
Geisa Garibaldi (Concreto Rosa, Rio de Janeiro)
Hélio Menezes (Salvador)
Marta Moreira (MMBB, São Paulo)
Mediação: Charlotte Vanessa Grossman, Ciro Miguel e Malterre-Barthes
Debate
18h - 20h
+ Sesc 24
11.09.2019 10h - 12h Sesc 24 Antropoceno
Cafira Zoé (São Paulo)
Jerá Guarani (Tenondé Porã)
Renzo Taddei
(São Paulo)
Thiago Benucci
(São Paulo)
Mediação: Renata Marquez e Wellington Cançado (Piseagrama,
Belo Horizonte)
Debate
10h - 12h
+ Sesc 24
11.09.2019 13h-15h Sesc 24 Acesso a todos: Infraestruturas arquitetônicas de São Paulo
Enrique Walker (Chile/EUA)
Fraya Frehse (São Paulo)
José Lira (São Paulo)
Marcelo Ferraz (Brasil Arquitetura, São Paulo)
Renato Anelli (São Paulo)
Mediação: Daniel Talesnik (Architekturmuseum der TUM, Alemanha/Chile)
Debate
13h-15h
+ Sesc 24
11.09.2019 16h -18h Sesc 24 Palestra: Edelaar Mosayebi, Metro Arquitetos, Helena Cavalheiro
Elli Mosayebi (Edelaar Mosayebi Inderbitzin, Suíça)
Metro Arquitetos (São Paulo, Brasil)
Helena Cavalheiro ( São Paulo, Brasil)
Palestra
16h -18h
+ Sesc 24
11.09.2019 19h - 20h Sesc 24 Bêka & Lemoine
Ila Bêka (Itália)
Aula Magna
19h - 20h
+ Sesc 24
12.09.2019 11h - 12h Sesc 24 Livro O Ordinário
Enrique Walker (Chile/EUA)
Ligia Nobre (São Paulo)
Debate / Lançamento
11h - 12h
+ Sesc 24
12.09.2019 16h - 18h Sesc 24 Adamo-Faiden, Andrés Sandoval, Vão, Wolff
Marcelo Faiden (Adamo-Faiden, Argentina)
Andrés Sandoval (São Paulo)
Anna Juni, Enk te Winkel e Gustavo Delonero (Vão, São Paulo)
Heinrich Wolff (Wolff Architects, Cidade do Cabo)
Palestra
16h - 18h
+ Sesc 24
13.09.2019 16h CCSP Abertura de exposição e visitação Abertura
16h
CCSP
13.09.2019 17h CCSP Beatriz Colomina (Espanha/EUA) Palestra
17h
CCSP
13.09.2019 16h Sesc 24 Retrospectiva Bêka & Lemoine – Koolhaas Houselife, 1998, 58’ Cine
16h
Sesc 24
13.09.2019 18h Sesc 24 Retrospectiva Bêka & Lemoine – 25 Bis, 2014, 46’ Cine
18h
Sesc 24
13.09.2019 18h CCSP Arquiteturas do cotidiano
Alexandre Delijaicov (São Paulo) Beatriz Colomina (Espanha/EUA) Francesco Perrotta-Bosch (São Paulo) Gabriela de Matos (Belo Horizonte) Javier Agustín Rojas (Argentina) Mario Gandelsonas (Argentina/EUA) Mediação: Vanessa Grossman, Charlotte Malterre-Barthes e Ciro Miguel
Debate
18h
+ CCSP
13.09.2019 18h30 CCSP Arquiteturas do cotidiano
Cerimônia de abertura IAB Nacional, IAB SP, BR, CCSP, PMSP/SMC, Sesc e Arq.Futuro Entrega do Colar de Ouro do IAB Considerações das entidades de arquitetura e urbanismo do Brasil
Abertura
18h30
+ CCSP
13.09.2019 20h - 22h00 CCSP Festa de abertura Abertura
20h - 22h00
CCSP
14.09.2019 14h - 16h CCSP Conversas: Arquiteturas do cotidiano
Li Tavor (Suíça)
Merve Bedir (Holanda/Turquia/Hong Kong)
Johanna Muszbek e Jocelyn Froimovich (Inglaterra)
Eva Le Roi e Pierre Burquel (França/Bélgica)
Meredith Carruthers e Susannah Wesley (Canadá)
Debate
14h - 16h
+ CCSP
15.09.2019 14h - 16h CCSP Conversas: Arquiteturas do cotidiano
Darío Graschinsky (Argentina)
23 Sul (São Paulo)
Rina Rolli, Noël Picco, David Moser e Oliver Burch (Suíça),
Cristina Bellucci, Janina Zollinger e Anouk Schepens (Suíça)
AR arquitetos (São Paulo)
Arquipélago Arquitetos (São Paulo)
Messina Rivas (São Paulo)
Debate
14h - 16h
+ CCSP
17.09.2019 14h - 16h CCSP Conversas: Arquiteturas do cotidiano
Gabriel Sepe (São Paulo) Pedro Alban (Salvador) Fabiano Rodrigues (São Paulo)
Victor Berbel (São Paulo)
Eduardo Pizarro (São Paulo)
Debate
14h - 16h
+ CCSP
17.09.2019 16h CCSP John Szot (EUA) Palestra
16h
CCSP
17.09.2019 16h Sesc 24 Retrospectiva Bêka & Lemoine - 24 heures sur place, 2014, 90’ Cine
16h
Sesc 24
17.09.2019 18h Sesc 24 Retrospectiva Bêka & Lemoine – Barbicania, 2014, 90’ Cine
18h
Sesc 24
18.09.2019 16h - 18h CCSP O aço
Eng.ª Heloísa Maringoni (São Paulo)
Eng.ºJosé Eduardo Ribeiro de Carvalho (CSN, Volta Redonda)
Metro Arquitetos (São Paulo)

Mediação: Marco Artigas (São Paulo)
Debate
16h - 18h
+ CCSP
18.09.2019 18h - 20h Sesc 24 Políticas do dia a dia: Raça, classe social e gênero na arquitetura
Tainá de Paula (São Paulo) Joice Berth (São Paulo) Ester Carro (São Paulo) Maíra Fernandes (São Paulo)
Tings Chak (São Paulo)

Mediação: Vanessa Grossman, Ciro Miguel e Charlotte-Malterre Barthes
Palestra
18h - 20h
+ Sesc 24
19.09.2019 16h Sesc 24 Retrospectiva Bêka & Lemoine – The Infinite Happiness, 2015, 90’ Cine
16h
Sesc 24
19.09.2019 18h Sesc 24 Retrospectiva Bêka & Lemoine – Moriyama San, 2017, 63’ Cine
18h
Sesc 24
20.09.2019 14h - 16h Sesc 24 Nova República
Hélio Menezes, antropólogo e curador discute como Nova República, o dispositivo que concebeu junto com o escritório sul-africano Wolff Architects para o SESC 24 de Maio, aborda questões de raça e cultura que marcam o seu contexto específico, mas que também transcendem limites transatlânticos, bem como os papéis do espaço e do cotidiano na mediação destes temas.
Caminhada
14h - 16h
+ Sesc 24
20.09.2019 18h - 20h Sesc 24 Espaços de desobediência: lançamento da revista PISEAGRAMA 13
Vânia Medeiros (São Paulo) Fernando Banzi (São Paulo) Grupo Contrafilé (São Paulo)

Mediação: Paula Lobato e Felipe Carnevalli (Belo Horizonte)
Deabate / Lançamento
18h - 20h
+ Sesc 24
21.09.2019 14h - 16h Sesc 24 Calçadão
A caminhada propõe um trabalho de desenho e um exercício com espelho para mostrar a relação do espaço do calçadão com a topografia do triângulo histórico. Além disso, a caminhada vai tratar dos camelôs, dos cantores, dos moradores de rua, dos pregões eletroacústicos (evangelho, almoço, fruta, ouro), além do policiamento e das abordagens sociais. Na caminhada vamos falar da técnica da calçada portuguesa, dos tipos de pedras, das pedreiras, das técnicas de assentamento e da sua manutenção.

Material: levar caderno sem pauta e material básico de desenho (lápis e papel).

Participantes: 15 estudantes de artes e arquitetura e interessados em geral.
Workshop
14h - 16h
+ Sesc 24
27.09.2019 16h - 18h CCSP Espaços polivalentes do dia a dia
Palestra da Prof. Dr. Martina Baum
Debate com Prof. Cristiane Muniz, Prof. Markus Vogl e Prof. José Paulo Gouvêa
Universidade de Stuttgart, Instituto de Planejamento Urbano e Design - Alemanha
Escola da Cidade, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo - Brasil
Universidad de Buenos Aires, Facultad de Arquitectura Diseño y Urbanismo - Argentina
Palestra / Debate
16h - 18h
+ CCSP
27.09.2019 18h - 20h Sesc 24 Arquitetura da manutenção
Luís Felipe Abbud (São Paulo)
Capitã Ana Flores - Corpo de Bombeiros do Centro (São Paulo)
Claudete Lindoso (Ocupação Nove de Julho)
Gabriel Sepe (São Paulo)
Celso Sampaio (São Paulo)

Mediação: Laura Maringoni (São Paulo)
Debate
18h - 20h
+ Sesc 24
02.10.2019 9h - 18h CCSP Aprender arquitetura urbana com a cidade (como ela é)
Michael Koch (Alemanha)
Bernd Kniess (Alemanha)
Prof. Ana Paula Koury (São Paulo)
Prof. Renato Anelli (São Carlos)
Prof. Maira Rios (São Paulo)
Prof. Vinicius Andrade (São Paulo)
Alexandre Delijaicov (São Paulo)
Jeferson Tavares (São Carlos)
Susan Ritschel (São Paulo)
Palestra / workshop
9h - 18h
+ CCSP
03.10.2019 15h CCSP Todo dia: as casas do Studio MK27
Márcio Kogan (MK27, São Paulo)
Pedro Luiz Mendes da Silva Junior (Comgás, São Paulo)

Mediação: IABsp
Palestra
15h
+ CCSP
04.10.2019 9h - 18h CCSP Aprender arquitetura urbana com a cidade (como ela é)
Michael Koch (Alemanha)
Bernd Kniess (Alemanha)
Prof. Ana Paula Koury (São Paulo)
Prof. Renato Anelli (São Carlos)
Prof. Maira Rios (São Paulo)
Prof. Vinicius Andrade (São Paulo)
Alexandre Delijaicov (São Paulo)
Jeferson Tavares (São Carlos)
Susan Ritschel (São Paulo)
Palestra / workshop
9h - 18h
+ CCSP
10.10.2019 15h CCSP Todo dia nas alturas: os edifícios de apartamentos do SPBR arquitetos
Angelo Bucci (SPBR, São Paulo)
Mônica Junqueira (São Paulo)
Silvio Kozuchowicz (São Paulo)

Mediação: Raul Juste Lores (São Paulo)
Palestra
15h
+ CCSP
16.10.2019 16h CCSP Todo dia: infraestrutura urbana
Renata Semin (Piratininga arquitetos, São Paulo)
Carla Araujo Sautchuk (Comgás, São Paulo)

Mediação: IABsp
Palestra
16h
+ CCSP
17.10.2019 16h CCSP Memórias cotidianas
Gustavo Bambini (MRS, São Paulo)
Eduardo Colonelli (Escritório Paulistano, São Paulo)
Marianna Boghosian (São Paulo)

Mediação: Francesca Angiolillo
Palestra
16h
+ CCSP
23.10.2019 16h-18 CCSP As novas dinâmicas do cotidiano: FGMF e Superlimão
FGMF (São Paulo)
Thiago Rodrigues (Superlimão, São Paulo)
Lucila Torqueto (Casa de Valentina, São Paulo)
Silvio Kozuchowicz (SKR, São Paulo)

Mediação: Fernando Serapião (São Paulo)
Palestra
16h-18
+ CCSP
24.10.2019 10h - 12h CCSP XVI Semana viver metrópole mackenzie
10h - 12h
CCSP
24.10.2019 14h - 17h CCSP Oficina Bixiga: Arquitetos sem fronteiras + XVI Semana viver metrópole mackenzie Workshop
14h - 17h
CCSP
25.10.2019 18h30 - 20h CCSP Histórias do Sesc: Um arquivo social
Tom Avermaete, ETHZ
Juliana Braga, Sesc
Fraya Frehse, USP
Tapio Snellman, cineasta
Mariana Wilderom, FAUUSP

Moderadores: Irina Davidovici
and Hans Teerds, ETHZ

Os centros do Sesc tornaram-se parte essencial do cotidiano dos paulistanos. Junto com a exposição Histórias do Sesc: Um Arquivo Social, exposta no CCSP, estudantes da ETH Zurique e FAUUSP colaboraram com a Cátedra de História e Teoria do Design Urbano da ETH Zurique e o cineasta londrino Tapio Snellman em uma série de curtas-metragens. A projeção dos filmes e o debate abordarão as formas como o enquadramento urbano e arquitetônico dos Sescs é utilizado pelas comunidades locais, gerando espaços cívicos na cidade.
Debate
18h30 - 20h
+ CCSP
31.10.2019 15h CCSP Edifício Wilton Paes de Almeida
Dia de Festa (77 min)
Pele de Vidro (14 min)

Pablo Georgieff
Toni Venturi
Ivanete Araujo - FLM /MMLJ
Silmara Congo - MTSC
Denise Zmekhol
Filmes / Debate
15h
+ CCSP
02.11.2019 10h Ponto de encontro: Praça da Liberdade - Centro Caminhada São Paulo Negra
Sheroll Martins (São Paulo)
Guilherme Soares (São Paulo)
Workshop
10h
+ Ponto de encontro: Praça da Liberdade - Centro
07.11.2019 17h CCSP Interfaces: Arquitetura e Design
atelier oï
Palestra
17h
+ CCSP
22.11.2019 16h-18h CCSP Estruturas metálicas - CSN na Construção Civil
Roney Eduardo Lino e Fabio Alves de Matto (CSN)
Workshop
16h-18h
+ CCSP
27.11.2019 18h CCSP Paulo Mendes da Rocha
O arquiteto Paulo Mendes da Rocha faz do cotidiano o grande protagonista da sua obra, sempre celebrando a imprevisibilidade do dia-a-dia das cidades. O trabalho do arquiteto, com significativas repercussões em sucessivas gerações de arquitetos, promove a partir de diferentes estratégias, progresso por meio do todo dia.
Palestra
18h
+ CCSP
29.11.2019 17h CCSP Interiores Cotidianos
Ester Carro e Gustavo Neves
Debate
17h
+ CCSP
07.12.2019 16h - 22h IABsp Encerramento
Palestra Arquitetura em filme
Cerimônia + festa
16h
Palestra Todo dia: Arquitetura em filme, com Veronika Spierenburg e Pedro Kok

17h30 Encerramento 12a bienal
Apresentação 13a edição

19h
Happy hour!
16h - 22h
+ IABsp
.2019
×
Info

Todo dia acontece em dois edifícios-manifesto do cotidiano de São Paulo, seguindo os três eixos temáticos. A exposição Todo dia (de 10 a 29 de setembro de 2019) apresenta uma rede de intervenções produzidas por equipes interdisciplinares que dialogam com o dia a dia do Sesc 24 de Maio (2017) de Paulo Mendes da Rocha e MMBB. A exposição Arquiteturas do cotidiano (de 13 de setembro a 8 de dezembro de 2019), realizada no Centro Cultural São Paulo (1982) de Eurico Prado e Luiz Telles, mostra projetos de arquitetura, urbanismo, instalações, fotografias e vídeos de mais de 20 países que tentam reimaginar como o cotidiano molda nosso mundo

Instituto de
Arquitetos do Brasil 

Presidente Nacional
Nivaldo Andrade (IAB-BA)

Vice-Presidente Nacional
Fabiano Melo (IAB-PB)

Secretário-Geral
Luiz Antônio de Souza (IAB-BA)

Diretora Administrativa e Financeira
Solange Araujo (IAB-BA)

Diretor Cultural
Roberto Ghione (IAB-PE)

Vice-Presidentes Regionais
Carlos Lucas Mali (CO), Custodio Santos (NE), José Augusto Bessa (N), Fernando Túlio Salva Rocha Franco (SE), Carlos Alberto Sant’Ana (S)

Vice-Presidentes
Extraordinários 

Luiz Reis (Caixa de Fomento e Sustentabilidade / Development and Sustainabilty Office), Célio Melis (Valorização Profissional / Professional Development), Aníbal Verri Junior (Núcleos / Centers)

Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento São Paulo

Presidente
Fernando Túlio Salva Rocha Franco

1º Vice-Presidente
Marco Artigas Forti

2º Vice-Presidente
Luciana de Oliveira Royer

Vice-Presidente Financeiro
José Armênio de Brito Cruz (licenciado/on leave)

Diretor Financeiro 
Marcelo Fonseca Ignatios

Secretaria
1º Guido D’Elia Otero
2º Marcela Alonso Ferreira

Diretoria
Taís Jamra Tsukumo
Maíra Fernandes Silva
Pedro Vada

Diretora Extraordinária de Acervo
Maria Helena de Moraes Barros Flynn

Diretor Extraordinário Regional
Marco Antonio D’Elia Junior

Conselho Fiscal
Hannah Arcuschin Machado Roberto Portugal Albuquerque

Conselho Superior (Titulares)
Edson Jorge Elito, Rossella Rossetto, Pedro Mendes da Rocha (licenciado/on leave), Rosana Ferrari, Alan Cury, Debora Frazatto, Weber Sutti

Conselho Superior (Suplentes)
Marcos de Azevedo Acayaba, Jacobina Albu Vaisman, Claudio Barbosa Ferreira, Rafael Patrick Schimidt, Rafael Mielnik, Maria Claudia Levy Figliolino, Renato Luiz Martins Nunes, Fabiane Carneiro

Representantes em
Órgãos Colegiados
Celso Sampaio, Stephanie Ribeiro (CMPU); Samira Rodrigues, Lucas Ferreira (CMH); Eloísa Balieiro Ikeda (SCBH-BT); Renato Anelli, Eduardo Augusto Costa (CONDEPHAAT); Renata Moreira (CONESAN); Caio Boucinhas (FEMA); Mariana Boghosian Al Assal, Mônica Junqueira de Camargo (CONPRESP); Beatriz Kara José, Letícia Moreira Sigolo (CGZEIS-3 Campos Elíseos); Lucas Ferreira (FMSAI); Elisa Prado, Renato Tadeu Barbato (CPA); Mariana Kimie da Silva Nito, Natalie Barusso (CPPU); Daniel Todtmann Montandon, Joice Berth (CTLU); Simone Gatti, Guido D’elia Otero (OUC); Catarina Christina Teixeira, Estevão Sabatier (OUCAE); Luiza De Souza Strauss, Camila Savioli Silveira (OUCFL); Laisa Eleonora (OUCAB); Carolina Heldt D'almeida (CECM-SP); Lucio Fleury De Oliveira Bichara (CADES).

Equipe IABsp
Emerson Fioravante, Ariosvaldo Siqueira de França Assessoria de produção de conteúdo Vanessa Corrêa Consultoria para leis de incentivo Leila Gazzaneo Captação de recursos Ivanise Calil e Sofia Mattos Assessoria Vinicius Bessa, Fernanda Trotti

Sesc – Serviço Social do Comércio
Administração Regional no Estado de São Paulo

Presidente do
Conselho Regional

Abram Szajman 

Diretor do
Departamento Regional

Danilo Santos de Miranda

Superintendentes
Técnico-Social Joel Naimayer Padula Comunicação Social Ivan Giannini Administração Luiz Deoclécio Massaro Galina Assessoria Técnica e de Planejamento Sérgio José Battistelli

Gerências

Artes Visuais e Tecnologia Visual Juliana Braga de Mattos Estudos e Desenvolvimento Marta Colabone Artes Gráficas Hélcio Magalhães Difusão e Promoção Marcos Carvalho Assessoria de Relações Internacionais Aurea Vieira Sesc 24 de Maio Paulo Casale 

Equipe Sesc
Adriana Iervolino, Carolina Barmell, Cristina Tobias, Eduardo Bianco, Gabriela Xabay, Heloisa Pisani, Ilona Hertel, Isabella Bellinger, José Artur Amaro, Karina Musumeci, Juliana Okuda, Leonardo de Assis Azevedo, Leonardo Borges, Marina Burity, Nilva Luz, Rodrigo Souza, Samanta Sadoiama, Samara Eiras dos Santos, Simone Wicca, Suamit Barreiro, Thiago Freire, Tiago Marchesano, Tina Cassie, Valéria Boa Sorte e Walter Bertotti de Souza

Prefeito de São Paulo
Bruno Covas
Secretário de Cultura
Alê Youssef

CENTRO CULTURAL SÃO PAULO

Diretora Geral
Erika Palomino
Diretor Adjunto
Jurandy Valença
Secretária
Veruska Matos

Curadorias
Supervisor Rodolfo Beltrão Artes Visuais Maria Adelaide Pontes Cinema Célio Franceschet, Carlos Gabriel Pergoraro Dança Sônia Sobral Literatura Hélio Menezes Moda Karlla Girotto Música Alexandre Matias Performance Maurício Ianês Teatro Adulto Kil Abreu Teatro Infantojuvenil Lizette Negreiros Articulação Cultural Jaergenton Corrêa Supervisão De Ação Cultural Adriane Bertini Supervisão De Acervo Eduardo Navarro Supervisão De Bibliotecas Juliana Lazarim  Supervisão De Informação Fábio Polido Supervisão De Produção Luciana Mantovani Núcleo De Gestão Francis Vieira Soares Núcleo De Projetos Kelly Santiago e Walter Siqueira Expografia CCSP Jeff Keese Assessoria De Imprensa Neriê Bento

12ª Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo

Realização
Instituto de Arquitetos do Brasil de São Paulo – Departamento de São Paulo

Júri do concurso de curadoria
de curadoria 

Adèle Naudé Santos (EUA), André Corrêa do Lago (Brasil), Carla Juaçaba (Brasil), Fabiane Carneiro (Brasil – IABsp), Gabriela Leandro (Brasil), Gloria Cabral (Paraguai), Lu Wenyu (China), Marcela Ferreira (Brasil – IABsp), Marisa Moreira Salles (Brasil), Patricia Anahory (Cabo Verde), Pedro Vada (Brasil – IABsp), Thiago de Andrade (Brasil) and Wang Shu (China).

Curadoria
Vanessa Grossman

É uma arquiteta, historiadora da arquitetura e curadora cujo trabalho se volta para as interseções da arquitetura com ideologia, poder e políticas governamentais. Formada em arquitetura e urbanismo pela Universidade de São Paulo, com mestrado em história da arquitetura pela Université de Paris 1 Panthéon-Sorbonne, recentemente concluiu seu doutorado em história e teoria da arquitetura pela Princeton University. Foi selecionada pesquisadora de pós-doutorado como uma das duas primeiras bolsistas do Centro de Estudos Avançados em Arquitetura da ETH Zürich. Foi curadora-assistente de “La modernité, promesse ou menace?”, o pavilhão francês na 14ª Bienal Internacional de Arquitetura de Veneza (2014), que recebeu menção especial do júri, e co-curadora da exposição “Une architecture de l'engagement: L'AUA (1960-1985)” na Cité de l'architecture et du patrimoine em Paris (2015-2016), ambos em conjunto com Jean-Louis Cohen com quem assinou os respectivos catálogos. É autora dos livros A arquitetura e urbanismo revisitados pela Internacional situacionista (2006) (vencedor na Categoria Ensaios Críticos do 8ª Prêmio Jovens Arquitetos de 2017, organizado pelo IABsp) e Le PCF a changé! Niemeyer et le siège du Parti communiste (1966-1981) (2013).

Charlotte Malterre-Barthes

É arquiteta, urbanista e pesquisadora. Formada pela École Nationale Supérieure d'Architecture de Marseille, recentemente concluiu seu doutorado na ETH Zürich sobre os efeitos da economia política da alimentação no ambiente construído, com foco no Egito. Fundadora da prática urbana OMNIBUS, Charlotte Malterre-Barthes também coordena o programa MAS Urban Design da cátedra do Professor Marc Angélil da ETH Zürich desde 2014. No ano acadêmico de 2018-2019, foi professora convidada na TU Berlin. Publicou recentemente Some Haunted Spaces in Singapore (2018) e Eileen Gray: A House under the Sun (2019) e foi co-autora, com Marc Angélil Housing Cairo: An Informal Response (2016) (vencedor do Prêmio DAM 2016), e Desert Cities (2017). Charlotte Malterre-Barthes é membro fundador do Parity Group, uma associação de base comprometida em melhorar a igualdade de gênero na arquitetura.

Ciro Miguel

É arquiteto e fotógrafo. Formado em arquitetura e urbanismo pela Universidade de São Paulo e pela Columbia University. É professor assistente de projeto na ETH Zürich desde 2013, fazendo parte da cátedra do Professor Marc Angélil desde 2014. Foi sócio de Angelo Bucci/SPBR arquitetos de 2003 a 2013. Como parte da equipe do SPBR, obteve a Medalha de Prata na premiação Holcim para Arquitetura Sustentável – América Latina (2008) e foi finalista do Mies Crown Hall America’s Prize (2016). Entre 2008 a 2010, trabalhou no Bernard Tschumi Architects em Nova York. Participou de várias exposições no Brasil e na Europa, incluindo as duas últimas edições da Bienal Internacional de Arquitetura de Veneza e da Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo. Recentemente, suas fotos fizeram parte da exposição “Access for All: São Paulo’s Architectural Infrastructures”, no Architekturmuseum da Pinakothek der Moderne em Munique.

Produção Laura Maringoni (diretora/director); Ana Chun, Helena Cavalheiro (produtora executiva/executive producer); Paula Marujo (produtora / producer); Beatriz Buendia, Daniela Navarro, Larissa Reis, Manoela Roselino, Pietra Kurgan (assistente de produção/production assistant) Arquitetura Metro Arquitetos – Gustavo Cedroni, Martin Corullon, Stella Bloise e Mateus Loschi Design Gráfico Estúdio Margem e Estúdio Campo – Nathalia Cury, Alexandre Utchitel, João Pedro Nogueira, Paula Tinoco e Roderico Souza Engenharia Heloisa Maringoni e Murilo Jarreta Ação Educativa Matias Monteiro (coordenador) Montagem Pedro Cruz (coordenador/coordinator), Sandra Santos, Juan Castro, Miguel de Freitas, Elvis V. Moreira, Andrey Feixas, Caio Caruso, Fellipe Albertin, Jeff Lemes e Felipe Soranz Audiovisual Aya Technology Comunicação Visual Watervision Cenografia e construção de obras Artos Cenografia, DDF Produções, Oficina São João, Clima Flex e Somar Projeto elétrico MMF e DDF Tradução e revisão Alyne Azuma, Traduzca Fotografia André Scarpa Assessoria de Imprensa Pool de Comunicação – Marcy Junqueira e Martim Pelisson Assessoria Jurídica Mab Advogados Seguro Affinité seguros

Júri da Chamada Aberta
Renato Cymbalista, Gabriela de Matos, Javier Agustín Rojas

Comitê Científico
Marc Angélil, Maurício Candeloro, Agnaldo Farias, Marija Maric, Ana Luiza Nobre, Javier Agustín Rojas, Irene Sunwoo, Aura Luz Melis.

Equipes participantes e debatedores do concurso de curadoria
(Da cidade política às alianças cosmopolíticas; Radiografias da produção do espaço; Corpos constroem espaços, espaços constroem corpos; Civilização; Margens, confluências. Espaços em movimento; O outro e a qualidade de ser diferente, A residência como partido para um mundo melhor; Da forma à distinção; A cidade total; Ecossistêmica; No lugar de; Por um presente alternativo entre o real e o desejado) Benjamin Seroussi, Caio Jade, Graziela Kunsch, Hélio Menezes, Joice Berth, Kazuo Nakano, Lizete Rubano, Marcelo Maia Rosa, Maria Inês Nassif, Mônica Junqueira, Ruth Verde Zein.

Agradecimentos 
Alfinete Galeria, ArchDaily,Arq.Futuro, Baró Galeria, Baú - laboratório audiovisual escola da cidade, Casa Cor, Casa Nova Arte e Cultura Contemporânea, Casa Triângulo, Central Galeria, FAMA - Fundação Marcos Amaro, Fortes D'aiola & Gabriel, Galeria Cavalo, Galeria Jaqueline Martins, Galeria Kogan Amaro, Galeria Leme, Galeria Luisa Strina, Galeria Lume, Galeria Marília Razuk, Galeria Millan, Galeria Nara Roesler, Galeria Pilar, Galeria Presidente/Reggae, Galeria Raquel Arnaud, Galeria Superfície, Graham Foundation for Advanced Studies in the Fine Arts, Instituto Moreira Salles, Instituto Lina Bo Bardi, Luciana Brito Galeria, Luciana Caravello, Mendes Wood DM, Periscópio Arte Contemporânea, Periscópio Arte Contemporânea, Sé Galeria, Silvia cintra + Box4, Teatro Oficina, Zipper Galeria.
Adriana Affortunati, Airton Bobrow, Alberto Simon, Alexandre Ramos Lucidi, Alexandre Theriot, Alexandre Wagner, Alexis Kalagas, Alice Ricci, Alvaro Seixas, AMF (Associação Massa Falida), Ana Carmen Longobardi, Ana Elisa Egreja, Ana Serra, Ana Teresa Meirelles, André Czitrom, André Kovesi, Andrea Rocco, Andreas Sakellaris, Marc Angélil (ETH Zurich), Angelo Bucci, Anna Israel, Anna Paola Busnardo, Arnaldo Pappalardo, Artur Lescher, Aura Luz Melis, Bassy e Beto Machado, Benjamin Serroussi (Pro-Helvetia), Beta Germano, Botti & Rubin Arquitetos, Bruno Baptistelli, Bruno Cançado, Carla Chaim, Carolina Barnell, Cary Siress, Cássio Vasconcellos, Catarina, Celso Lomonte Minozzi, Christina de Castro Mello, CL Salvaro Claudia Jaguaribe, Clarissa Mohany, Cristiano Mascaro, Cristina Becker, Cristina Miguel, Daniel Corsi da Silva, Daniel de Paula, Daniel Talesnik, David Barragán, Déborah Zaverucha Grossman, Diana Jiménez Gil (Acción Cultural Española), Diego Ceresuela, Dorothéa Lola Pinkusfeld Grossman, Dudi Maia Rosa, Duncan (Pro-Helvetia), Eduardo Veiga, Eide Feldon, Elias Grossman Sakellaris, Elisabetta Giordano (ETH Zurich), Elisa Bracher, Elli Mosayebi, Estela Sokol, Fabio Miguez, Fernanda Teixeira, Flora Rebollo, Francisco Gracindo de Araujo Miranda, Frederico Filippi, Gabriela Mureb, Gabriella Abuleac, Genilson Soares, Gilberto Belleza, Gisele Camargo, Giselle Beiguelman, Guga Szabzon, Guilherme Pianca, Guilherme Tavares, Guillermo Duerig, Guto Lacaz, Ícaro Lira, Inge Tailleux, Irene Sunwoo, Ivan Grilo, Ivan Padovani, Jac Leirner, Jaime Cupertino, James D. Graham (Columbia Books on Architecture and the City), Jan de Vylder, Javier Agustín Rojas, Jean-Louis Cohen, Jens Hausmann, João Guarantani (British Council São Paulo), João Guilherme Dal Fabbro, João Paulo Miguel, João Sodré, José Lira Luiz Guilherme de Mello, José Paulo Gouvêa, Juliana Braga, Juliane Gomes (British Council São Paulo), Julio José Franco Neves, Karina Huessner, Laura Almeida, Laura Vinci, Leda Catunda, Lenora de Barros, Leonard Streitch, Lorenz Bürgi, Louis Bürgi-Malterre, Louis Logodin (Consulado Geral da França em São Paulo), Lourival Cuquinha, Luana Demange, Lucas Bambozzi, Lucas Dupin, Lukas Graf, Lucas Simões, Luciana Paiva, Luiza Baldan, Luiza Brenner, Lukas Graf, Maguy Etlin, Mano Penalva, Manoel Veiga, Manoela Medeiros, Marc, Marcelo Cipis, Marcelo Ignatios, Márcio Grossman, Marcius Galan, Marcos Amaro, Marcos Rosa, Maria José Feitosa, Maria Montero, Mariana Manhães, Mariana Vilela, Marija Maric, Marina Rheingantz, Marina Saleme Nazareno, Marta Rincón (Acción Cultural Española), Martha Bucci, Mauricio Candeloro, Milton Braga, Monica Lebrao Sendra (Institut Français-Paris), Nadia Somekh Patricia Pereira Martins, Natasha Barzaghi Geenen, Nino Cais, Noah Grossman Sakellaris, Pablo Alvarenga, Pablo Vieira, Paul Setubal, Paula Azevedo, Paulo Mendes da Rocha, Paulo Monteiro, Paulo Pasta, Paulo R. Giaquinto, Paulo Sergio Ribeiro, Paulo Whitaker, Pedro Caetano, Pedro França, Philip Ursprung (ETH Zurich), Rafa Alonso, Rafael Antonio Cunha Perrone, Rafael Lacerda, Rafael Pagatini, Randolpho Lamonier, Raphael Escobar, Raquel Kogan, Rejane Cantoni, Renata Pedrosa, Ricardo C. Campos, Rodolfo Viana, Rodrigo Martins, Rodrigo Sassi, Romain Dumesnil, Romy Pocztaruk, Ron Santing (Consulado Geral do Reino dos Países Baixos em São Paulo), Ruby Press, Sergio Sister, Shirley Paes Leme, Silvio de Camillis Borges, Simone Cupello, Simone Fontana, Sofia Borges, Sol Camacho, Sol Casal, Sophie Piticco, Tatiana Chalhoub, Thales Caramella, Thiago Martins de Melo, Tiago Mestre, Tiago Tebet, Vera Lucia Domschke, Verena Smit, Wagner Malta, Yasmin Guimarães, Zeljko Medved (ETH Zurich).

Entrada livre

Acessibilidade

Direções

CCSP
Av. Vergueiro, 1000,
30122 São Paulo, SP

Horários
Ter - Sex: 10h - 20h
Sáb / Dom / feriados:
10h - 18h

Sesc 24
R. 24 de Maio, 109,
30122 São Paulo, SP

Horários
Ter - Sáb: 9h - 21h
Dom / feriados:
9h - 18h

Distribuição de ingressos na Central de Atendimento, uma hora antes da atividade, enquanto houver disponibilidade.

12ª Bienal Internacional de
Arquitetura de São Paulo
×

Todo dia acontece em dois edifícios-manifesto do cotidiano de São Paulo, seguindo os três eixos temáticos. A exposição Todo dia (de 10 a 29 de setembro de 2019) apresenta uma rede de intervenções produzidas por equipes interdisciplinares que dialogam com o dia a dia do Sesc 24 de Maio (2017) de Paulo Mendes da Rocha e MMBB. A exposição “Arquiteturas do cotidiano” (de 13 de setembro a 8 de dezembro de 2019), realizada no Centro Cultural São Paulo (1982) de Eurico Prado e Luiz Telles, mostra projetos de arquitetura, urbanismo, instalações, fotografias e vídeos de mais de 20 países que tentam reimaginar como o cotidiano molda nosso mundo.

Entrada livre

Acessibilidade

Instituto de
Arquitetos do Brasil 

Presidente Nacional
Nivaldo Andrade (IAB-BA)

Vice-Presidente Nacional
Fabiano Melo (IAB-PB)

Secretário-Geral
Luiz Antônio de Souza (IAB-BA)

Diretora Administrativa e Financeira
Solange Araujo (IAB-BA)

Diretor Cultural
Roberto Ghione (IAB-PE)

Vice-Presidentes Regionais
Carlos Lucas Mali (CO), Custodio Santos (NE), José Augusto Bessa (N), Fernando Túlio Salva Rocha Franco (SE), Carlos Alberto Sant’Ana (S)

Vice-Presidentes
Extraordinários 

Luiz Reis (Caixa de Fomento e Sustentabilidade / Development and Sustainabilty Office), Célio Melis (Valorização Profissional / Professional Development), Aníbal Verri Junior (Núcleos / Centers)

Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento São Paulo

Presidente
Fernando Túlio Salva Rocha Franco

1º Vice-Presidente
Marco Artigas Forti

2º Vice-Presidente
Luciana de Oliveira Royer

Vice-Presidente Financeiro
José Armênio de Brito Cruz (licenciado/on leave)

Diretor Financeiro 
Marcelo Fonseca Ignatios

Secretaria
1º Guido D’Elia Otero
2º Marcela Alonso Ferreira

Diretoria
Taís Jamra Tsukumo
Maíra Fernandes Silva
Pedro Vada

Diretora Extraordinária de Acervo
Maria Helena de Moraes Barros Flynn

Diretor Extraordinário Regional
Marco Antonio D’Elia Junior

Conselho Fiscal
Hannah Arcuschin Machado Roberto Portugal Albuquerque

Conselho Superior (Titulares)
Edson Jorge Elito, Rossella Rossetto, Pedro Mendes da Rocha (licenciado/on leave), Rosana Ferrari, Alan Cury, Debora Frazatto, Weber Sutti

Conselho Superior (Suplentes)
Marcos de Azevedo Acayaba, Jacobina Albu Vaisman, Claudio Barbosa Ferreira, Rafael Patrick Schimidt, Rafael Mielnik, Maria Claudia Levy Figliolino, Renato Luiz Martins Nunes, Fabiane Carneiro

Representantes em
Órgãos Colegiados
Celso Sampaio, Stephanie Ribeiro (CMPU); Samira Rodrigues, Lucas Ferreira (CMH); Eloísa Balieiro Ikeda (SCBH-BT); Renato Anelli, Eduardo Augusto Costa (CONDEPHAAT); Renata Moreira (CONESAN); Caio Boucinhas (FEMA); Mariana Boghosian Al Assal, Mônica Junqueira de Camargo (CONPRESP); Beatriz Kara José, Letícia Moreira Sigolo (CGZEIS-3 Campos Elíseos); Lucas Ferreira (FMSAI); Elisa Prado, Renato Tadeu Barbato (CPA); Mariana Kimie da Silva Nito, Natalie Barusso (CPPU); Daniel Todtmann Montandon, Joice Berth (CTLU); Simone Gatti, Guido D’elia Otero (OUC); Catarina Christina Teixeira, Estevão Sabatier (OUCAE); Luiza De Souza Strauss, Camila Savioli Silveira (OUCFL); Laisa Eleonora (OUCAB); Carolina Heldt D'almeida (CECM-SP); Lucio Fleury De Oliveira Bichara (CADES).

Equipe IABsp
Emerson Fioravante, Ariosvaldo Siqueira de França Assessoria de produção de conteúdo Vanessa Corrêa Consultoria para leis de incentivo Leila Gazzaneo Captação de recursos Ivanise Calil e Sofia Mattos Assessoria Vinicius Bessa, Fernanda Trotti

Sesc – Serviço Social do Comércio
Administração Regional no Estado de São Paulo

Presidente do
Conselho Regional

Abram Szajman 

Diretor do
Departamento Regional

Danilo Santos de Miranda

Superintendentes
Técnico-Social Joel Naimayer Padula Comunicação Social Ivan Giannini Administração Luiz Deoclécio Massaro Galina Assessoria Técnica e de Planejamento Sérgio José Battistelli

Gerências

Artes Visuais e Tecnologia Visual Juliana Braga de Mattos Estudos e Desenvolvimento Marta Colabone Artes Gráficas Hélcio Magalhães Difusão e Promoção Marcos Carvalho Assessoria de Relações Internacionais Aurea Vieira Sesc 24 de Maio Paulo Casale 

Equipe Sesc
Adriana Iervolino, Carolina Barmell, Cristina Tobias, Eduardo Bianco, Gabriela Xabay, Heloisa Pisani, Ilona Hertel, Isabella Bellinger, José Artur Amaro, Karina Musumeci, Juliana Okuda, Leonardo de Assis Azevedo, Leonardo Borges, Marina Burity, Nilva Luz, Rodrigo Souza, Samanta Sadoiama, Samara Eiras dos Santos, Simone Wicca, Suamit Barreiro, Thiago Freire, Tiago Marchesano, Tina Cassie, Valéria Boa Sorte e Walter Bertotti de Souza

Prefeito de São Paulo
Bruno Covas
Secretário de Cultura
Alê Youssef

CENTRO CULTURAL SÃO PAULO

Diretora Geral
Erika Palomino
Diretor Adjunto
Jurandy Valença
Secretária
Veruska Matos

Curadorias
Supervisor Rodolfo Beltrão Artes Visuais Maria Adelaide Pontes Cinema Célio Franceschet, Carlos Gabriel Pergoraro Dança Sônia Sobral Literatura Hélio Menezes Moda Karlla Girotto Música Alexandre Matias Performance Maurício Ianês Teatro Adulto Kil Abreu Teatro Infantojuvenil Lizette Negreiros Articulação Cultural Jaergenton Corrêa Supervisão De Ação Cultural Adriane Bertini Supervisão De Acervo Eduardo Navarro Supervisão De Bibliotecas Juliana Lazarim  Supervisão De Informação Fábio Polido Supervisão De Produção Luciana Mantovani Núcleo De Gestão Francis Vieira Soares Núcleo De Projetos Kelly Santiago e Walter Siqueira Expografia CCSP Jeff Keese Assessoria De Imprensa Neriê Bento

12ª Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo

Realização
Instituto de Arquitetos do Brasil de São Paulo – Departamento de São Paulo

Júri do concurso de curadoria
de curadoria 

Adèle Naudé Santos (EUA), André Corrêa do Lago (Brasil), Carla Juaçaba (Brasil), Fabiane Carneiro (Brasil – IABsp), Gabriela Leandro (Brasil), Gloria Cabral (Paraguai), Lu Wenyu (China), Marcela Ferreira (Brasil – IABsp), Marisa Moreira Salles (Brasil), Patricia Anahory (Cabo Verde), Pedro Vada (Brasil – IABsp), Thiago de Andrade (Brasil) and Wang Shu (China).

Curadoria
Vanessa Grossman

É uma arquiteta, historiadora da arquitetura e curadora cujo trabalho se volta para as interseções da arquitetura com ideologia, poder e políticas governamentais. Formada em arquitetura e urbanismo pela Universidade de São Paulo, com mestrado em história da arquitetura pela Université de Paris 1 Panthéon-Sorbonne, recentemente concluiu seu doutorado em história e teoria da arquitetura pela Princeton University. Foi selecionada pesquisadora de pós-doutorado como uma das duas primeiras bolsistas do Centro de Estudos Avançados em Arquitetura da ETH Zürich. Foi curadora-assistente de “La modernité, promesse ou menace?”, o pavilhão francês na 14ª Bienal Internacional de Arquitetura de Veneza (2014), que recebeu menção especial do júri, e co-curadora da exposição “Une architecture de l'engagement: L'AUA (1960-1985)” na Cité de l'architecture et du patrimoine em Paris (2015-2016), ambos em conjunto com Jean-Louis Cohen com quem assinou os respectivos catálogos. É autora dos livros A arquitetura e urbanismo revisitados pela Internacional situacionista (2006) (vencedor na Categoria Ensaios Críticos do 8ª Prêmio Jovens Arquitetos de 2017, organizado pelo IABsp) e Le PCF a changé! Niemeyer et le siège du Parti communiste (1966-1981) (2013).

Charlotte Malterre-Barthes

É arquiteta, urbanista e pesquisadora. Formada pela École Nationale Supérieure d'Architecture de Marseille, recentemente concluiu seu doutorado na ETH Zürich sobre os efeitos da economia política da alimentação no ambiente construído, com foco no Egito. Fundadora da prática urbana OMNIBUS, Charlotte Malterre-Barthes também coordena o programa MAS Urban Design da cátedra do Professor Marc Angélil da ETH Zürich desde 2014. No ano acadêmico de 2018-2019, foi professora convidada na TU Berlin. Publicou recentemente Some Haunted Spaces in Singapore (2018) e Eileen Gray: A House under the Sun (2019) e foi co-autora, com Marc Angélil Housing Cairo: An Informal Response (2016) (vencedor do Prêmio DAM 2016), e Desert Cities (2017). Charlotte Malterre-Barthes é membro fundador do Parity Group, uma associação de base comprometida em melhorar a igualdade de gênero na arquitetura.

Ciro Miguel

É arquiteto e fotógrafo. Formado em arquitetura e urbanismo pela Universidade de São Paulo e pela Columbia University. É professor assistente de projeto na ETH Zürich desde 2013, fazendo parte da cátedra do Professor Marc Angélil desde 2014. Foi sócio de Angelo Bucci/SPBR arquitetos de 2003 a 2013. Como parte da equipe do SPBR, obteve a Medalha de Prata na premiação Holcim para Arquitetura Sustentável – América Latina (2008) e foi finalista do Mies Crown Hall America’s Prize (2016). Entre 2008 a 2010, trabalhou no Bernard Tschumi Architects em Nova York. Participou de várias exposições no Brasil e na Europa, incluindo as duas últimas edições da Bienal Internacional de Arquitetura de Veneza e da Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo. Recentemente, suas fotos fizeram parte da exposição “Access for All: São Paulo’s Architectural Infrastructures”, no Architekturmuseum da Pinakothek der Moderne em Munique.

Produção Laura Maringoni (diretora/director); Ana Chun, Helena Cavalheiro (produtora executiva/executive producer); Paula Marujo (produtora / producer); Beatriz Buendia, Daniela Navarro, Larissa Reis, Manoela Roselino, Pietra Kurgan (assistente de produção/production assistant) Arquitetura Metro Arquitetos – Gustavo Cedroni, Martin Corullon, Stella Bloise e Mateus Loschi Design Gráfico Estúdio Margem e Estúdio Campo – Nathalia Cury, Alexandre Utchitel, João Pedro Nogueira, Paula Tinoco e Roderico Souza Engenharia Heloisa Maringoni e Murilo Jarreta Ação Educativa Matias Monteiro (coordenador) Montagem Pedro Cruz (coordenador/coordinator), Sandra Santos, Juan Castro, Miguel de Freitas, Elvis V. Moreira, Andrey Feixas, Caio Caruso, Fellipe Albertin, Jeff Lemes e Felipe Soranz Audiovisual Aya Technology Comunicação Visual Watervision Cenografia e construção de obras Artos Cenografia, DDF Produções, Oficina São João, Clima Flex e Somar Projeto elétrico MMF e DDF Tradução e revisão Alyne Azuma, Traduzca Fotografia André Scarpa Assessoria de Imprensa Pool de Comunicação – Marcy Junqueira e Martim Pelisson Assessoria Jurídica Mab Advogados Seguro Affinité seguros

Júri da Chamada Aberta
Renato Cymbalista, Gabriela de Matos, Javier Agustín Rojas

Comitê Científico
Marc Angélil, Maurício Candeloro, Agnaldo Farias, Marija Maric, Ana Luiza Nobre, Javier Agustín Rojas, Irene Sunwoo, Aura Luz Melis.

Equipes participantes e debatedores do concurso de curadoria
(Da cidade política às alianças cosmopolíticas; Radiografias da produção do espaço; Corpos constroem espaços, espaços constroem corpos; Civilização; Margens, confluências. Espaços em movimento; O outro e a qualidade de ser diferente, A residência como partido para um mundo melhor; Da forma à distinção; A cidade total; Ecossistêmica; No lugar de; Por um presente alternativo entre o real e o desejado) Benjamin Seroussi, Caio Jade, Graziela Kunsch, Hélio Menezes, Joice Berth, Kazuo Nakano, Lizete Rubano, Marcelo Maia Rosa, Maria Inês Nassif, Mônica Junqueira, Ruth Verde Zein.

Agradecimentos 
Alfinete Galeria, ArchDaily,Arq.Futuro, Baró Galeria, Baú - laboratório audiovisual escola da cidade, Casa Cor, Casa Nova Arte e Cultura Contemporânea, Casa Triângulo, Central Galeria, FAMA - Fundação Marcos Amaro, Fortes D'aiola & Gabriel, Galeria Cavalo, Galeria Jaqueline Martins, Galeria Kogan Amaro, Galeria Leme, Galeria Luisa Strina, Galeria Lume, Galeria Marília Razuk, Galeria Millan, Galeria Nara Roesler, Galeria Pilar, Galeria Presidente/Reggae, Galeria Raquel Arnaud, Galeria Superfície, Graham Foundation for Advanced Studies in the Fine Arts, Instituto Moreira Salles, Instituto Lina Bo Bardi, Luciana Brito Galeria, Luciana Caravello, Mendes Wood DM, Periscópio Arte Contemporânea, Periscópio Arte Contemporânea, Sé Galeria, Silvia cintra + Box4, Teatro Oficina, Zipper Galeria.
Adriana Affortunati, Airton Bobrow, Alberto Simon, Alexandre Ramos Lucidi, Alexandre Theriot, Alexandre Wagner, Alexis Kalagas, Alice Ricci, Alvaro Seixas, AMF (Associação Massa Falida), Ana Carmen Longobardi, Ana Elisa Egreja, Ana Serra, Ana Teresa Meirelles, André Czitrom, André Kovesi, Andrea Rocco, Andreas Sakellaris, Marc Angélil (ETH Zurich), Angelo Bucci, Anna Israel, Anna Paola Busnardo, Arnaldo Pappalardo, Artur Lescher, Aura Luz Melis, Bassy e Beto Machado, Benjamin Serroussi (Pro-Helvetia), Beta Germano, Botti & Rubin Arquitetos, Bruno Baptistelli, Bruno Cançado, Carla Chaim, Carolina Barnell, Cary Siress, Cássio Vasconcellos, Catarina, Celso Lomonte Minozzi, Christina de Castro Mello, CL Salvaro Claudia Jaguaribe, Clarissa Mohany, Cristiano Mascaro, Cristina Becker, Cristina Miguel, Daniel Corsi da Silva, Daniel de Paula, Daniel Talesnik, David Barragán, Déborah Zaverucha Grossman, Diana Jiménez Gil (Acción Cultural Española), Diego Ceresuela, Dorothéa Lola Pinkusfeld Grossman, Dudi Maia Rosa, Duncan (Pro-Helvetia), Eduardo Veiga, Eide Feldon, Elias Grossman Sakellaris, Elisabetta Giordano (ETH Zurich), Elisa Bracher, Elli Mosayebi, Estela Sokol, Fabio Miguez, Fernanda Teixeira, Flora Rebollo, Francisco Gracindo de Araujo Miranda, Frederico Filippi, Gabriela Mureb, Gabriella Abuleac, Genilson Soares, Gilberto Belleza, Gisele Camargo, Giselle Beiguelman, Guga Szabzon, Guilherme Pianca, Guilherme Tavares, Guillermo Duerig, Guto Lacaz, Ícaro Lira, Inge Tailleux, Irene Sunwoo, Ivan Grilo, Ivan Padovani, Jac Leirner, Jaime Cupertino, James D. Graham (Columbia Books on Architecture and the City), Jan de Vylder, Javier Agustín Rojas, Jean-Louis Cohen, Jens Hausmann, João Guarantani (British Council São Paulo), João Guilherme Dal Fabbro, João Paulo Miguel, João Sodré, José Lira Luiz Guilherme de Mello, José Paulo Gouvêa, Juliana Braga, Juliane Gomes (British Council São Paulo), Julio José Franco Neves, Karina Huessner, Laura Almeida, Laura Vinci, Leda Catunda, Lenora de Barros, Leonard Streitch, Lorenz Bürgi, Louis Bürgi-Malterre, Louis Logodin (Consulado Geral da França em São Paulo), Lourival Cuquinha, Luana Demange, Lucas Bambozzi, Lucas Dupin, Lukas Graf, Lucas Simões, Luciana Paiva, Luiza Baldan, Luiza Brenner, Lukas Graf, Maguy Etlin, Mano Penalva, Manoel Veiga, Manoela Medeiros, Marc, Marcelo Cipis, Marcelo Ignatios, Márcio Grossman, Marcius Galan, Marcos Amaro, Marcos Rosa, Maria José Feitosa, Maria Montero, Mariana Manhães, Mariana Vilela, Marija Maric, Marina Rheingantz, Marina Saleme Nazareno, Marta Rincón (Acción Cultural Española), Martha Bucci, Mauricio Candeloro, Milton Braga, Monica Lebrao Sendra (Institut Français-Paris), Nadia Somekh Patricia Pereira Martins, Natasha Barzaghi Geenen, Nino Cais, Noah Grossman Sakellaris, Pablo Alvarenga, Pablo Vieira, Paul Setubal, Paula Azevedo, Paulo Mendes da Rocha, Paulo Monteiro, Paulo Pasta, Paulo R. Giaquinto, Paulo Sergio Ribeiro, Paulo Whitaker, Pedro Caetano, Pedro França, Philip Ursprung (ETH Zurich), Rafa Alonso, Rafael Antonio Cunha Perrone, Rafael Lacerda, Rafael Pagatini, Randolpho Lamonier, Raphael Escobar, Raquel Kogan, Rejane Cantoni, Renata Pedrosa, Ricardo C. Campos, Rodolfo Viana, Rodrigo Martins, Rodrigo Sassi, Romain Dumesnil, Romy Pocztaruk, Ron Santing (Consulado Geral do Reino dos Países Baixos em São Paulo), Ruby Press, Sergio Sister, Shirley Paes Leme, Silvio de Camillis Borges, Simone Cupello, Simone Fontana, Sofia Borges, Sol Camacho, Sol Casal, Sophie Piticco, Tatiana Chalhoub, Thales Caramella, Thiago Martins de Melo, Tiago Mestre, Tiago Tebet, Vera Lucia Domschke, Verena Smit, Wagner Malta, Yasmin Guimarães, Zeljko Medved (ETH Zurich).

Direções

CCSP
Av. Vergueiro, 1000,
30122 São Paulo, SP

Horários
Ter - Sex: 10h - 20h
Sáb / Dom / feriados:
10h - 18h

Sesc 24
R. 24 de Maio, 109,
30122 São Paulo, SP

Horários
Ter - Sáb: 9h - 21h
Dom / feriados:
9h - 18h

Distribuição de ingressos na Central de Atendimento, uma hora antes da atividade, enquanto houver disponibilidade.